Conheça as diferenças entre a liderança transacional e transformacional

Conheça as diferenças entre a liderança transacional e transformacional

Distinguir as diferenças entre a liderança transacional e transformacional é fator determinante para todo aquele que deseja gerir pessoas com sucesso e alcançar seus objetivos. 

Vivemos em um novo milênio, vivenciamos um novo século, recentemente entramos em uma nova década e as quebras de paradigmas no mercado de trabalho não param.

As convenções transformaram-se em flexibilidade, o individual passou a ser colaborativo, o empregado passou a ser um colaborador e o chefe perdeu o lugar para o líder.

Atualmente, uma empresa é o resultado de todos os membros da equipe e a liderança serve de inspiração para cada um deles.

Você sabe o que diferencia o líder transacional e o transformador? Continue a leitura e confira.

Qual o verdadeiro papel do líder?

Uma matéria publicada no Globo Economia traz um levantamento realizado pela consultoria de recrutamento Michael Page, mostrando que 8 a cada 10 colaboradores que se demitem fazem isso devido à liderança. 

Um dos principais motivos que os levam a trocar de emprego é o sentimento de que o líder não promove inspiração no dia a dia deles.

Isso acontece porque muitos profissionais assumem esse papel sem preparo algum para a função.

Para evitar o turnover e alcançar bons resultados, empresas de sucesso precisam e buscam por uma liderança inspiradora. 

Isso ajuda a potencializar os talentos de toda a equipe e promove o desenvolvimento pessoal e profissional de cada um de seus membros, além de gerar melhores resultados para a organização.

Aqui entra a necessidade de identificar e diferenciar a liderança transacional e transformacional.

Liderança transacional

Antes de compreendermos as diferenças entre a liderança transacional e transformacional, vamos entender como cada uma delas funciona. 

A transacional pode ser considerada como a antiga forma de comandar uma equipe, que era baseada no: manda quem pode e obedece quem tem juízo.

Ou seja, as técnicas e habilidades desse tipo de líder ainda estão pautadas na necessidade da obediência imposta, e não no respeito e admiração construídos e conquistados junto aos colaboradores.

Liderança transformacional

A gestão da liderança transformacional é pautada, como o próprio nome indica, na transformação dos valores da empresa e dos colaboradores, ou seja, suas ações são voltadas para a gestão humanizada e para o coletivo.

O líder transformador trabalha em parceria com os seus liderados e juntos identificam o que pode ser preservado e melhorado, bem como tudo aquilo que deve ser modificado. 

A relação entre todos é baseada na parceria, colaboração, confiança, respeito e comprometimento de todos.

Principais diferenças entre a liderança transacional e transformacional

A arte de inspirar e ser seguido certamente difere da tarefa de comandar e ser atendido.

Por isso, as diferenças entre a liderança transacional e transformacional são sentidas pelos envolvidos.

As principais delas são:

Na transacional:

  • a liderança atua como chefia,
  • o objetivo principal está em seguir tarefas e cumprir metas,
  • o gestor não desenvolve uma relação com os membros da sua equipe,
  • praticamente não existe uma possibilidade aberta de comunicação e feedbacks.

Nesse tipo de liderança, é mais difícil para o colaborador usar a sua criatividade, ser ouvido e valorizado, o que pode trazer impactos negativos para todos.

Na transformacional:

  • o líder se preocupa primeiramente com o bem-estar dos membros da sua equipe,
  • se esforça para que seus colaboradores se sintam satisfeitos, 
  • existe flexibilidade,
  • usa o feedback, falando construtivamente e sabe ouvir seus colaboradores, 
  • está sempre aberto ao diálogo,
  • valoriza a relação entre liderança e colaboradores,
  • respeita seus colaboradores como seres humanos com individualidades diversas um do outro,
  • atua como agente motivador,
  • trabalha para promover o crescimento individual de cada membro e coletivo.

Esse profissional consegue desempenhar o papel de ser inspirador da sua equipe, promovendo o sucesso e alcançando melhores resultados para a companhia.

Essa aptidão pode ser desenvolvida com capacitações, palestras e eventos corporativos. 

Agora que você conferiu as diferenças entre liderança transacional e transformacional consulte a PSIU Educação Corporativa e saiba como transformar a sua empresa.

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Veja também: