Endobranding: o que isso tem a ver com sua empresa

Endobranding: o que isso tem a ver com sua empresa

O perfil dos atuais consumidores em geral mudou e o que era importante e decisivo em uma compra já perdeu seu valor.

O produto mais barato já não é o mais vendido e o preço já não é o diferencial para o consumidor final.

A nova geração de consumidores também tem valores diferentes na hora da compra, e procura um produto além do que o dinheiro possa pagar.

Deixar marcas com a sua marca é fundamental no público consumidor, mas deve iniciar dentro da empresa, com seus colaboradores.

No nosso post falaremos sobre o endobranding e como ele tem a ver com sua empresa.

Investir na sua marca

O mercado a cada dia ganha novas marcas, acompanhadas de produtos muito similares entre si.

E neste cenário, ganha quem conseguir conquistar o público pelas emoções. O branding passa então a ganhar espaço e vem sendo usado para fazer com que o consumidor final perceba a marca e tenha nela a solução para o que ele está buscando.

Para manter os seus clientes ou prospectar novos, as empresas vivem num constante investimento para conseguir se destacar dos seus concorrentes e aumentar o seu market share, ou seja, a quota de participação que a empresa tem no mercado dentro do seu segmento, e consequentemente seus resultados.

Além disso, investem em ações para se destacar dos concorrentes e ser o primeiro na lembrança do seu público externo.

Mas, o seu público interno conhece e se identifica com a sua marca ou com o seu produto?

O que é endobranding?

Recorrendo ao dicionário endo significa dentro ou interno e branding como já falamos em um post anterior quer dizer marca.

Desta forma podemos dizer que endobranding é trabalhar a sua marca para o seu público interno, ou melhor dizendo, para seus colaboradores.

O primeiro pensamento que o empresário precisa ter é que o seu colaborador deve ser integrante da cultura da empresa, e a partir desta integração ele passa a ser um propagador da sua imagem, isso entre seus amigos e para o mercado em si.

É preciso envolver os colaboradores para que todos consigam se comprometer com a empresa e com a marca dela.

Os colaboradores precisam estar ligados aos objetivos da empresa, pois só assim conseguirão perceber a empresa e poderão transmitir o que a marca significa, para os outros.

O que é endobranding?

Podemos dizer que o branding é o que os outros, ou o público externo, fala e pensa da sua empresa, e que o endobranding é como os seus colaboradores interpretam a identidade e a cultura da empresa em que trabalham, aliado a sua marca ou produto.

Não é raro acontecer de os colaboradores terem vergonha da empresa em que trabalham. Isso se dá porque o histórico em termos de valores não são bons e isso compromete uma marca e um trabalho.

Um dos objetivos do endobranding é fazer com que o colaborador tenha orgulho em trabalhar na empresa, a partir de seus objetivos e propostas e que dissemine este sentimento por meio de um produto final.

O colaborador precisa acreditar na marca que está oferecendo e se identificar com a proposta que a empresa tem, este processo fará com que se tenha a chamada fidelização por parte do colaborador.

As vantagens do endobranding:

  • Uma produtividade mais consciente por parte do colaborador;
  • Uma maior lucratividade de ambas as partes;
  • Maior engajamento do funcionário;
  • Melhor comunicação interna;
  • Maior conhecimento e compreensão do produto ou marca;
  • Diminuição da rotatividade;
  • Facilidade na contratação;
  • Fidelização.

Como iniciar o endobranding na empresa?

Mudar culturas e rotinas não é algo que aconteça rapidamente e talvez o maior investimento seja a paciência e a confiança naquilo que se está pretendendo com as mudanças.

As grandes corporações contratam serviços de consultoria para ouvir os seus colaboradores e trabalhando junto com os setores de RH e Marketing iniciam então a gestão da marca para o público interno.

Pequenos e médios empresários podem iniciar o endobranding chamando seus colaboradores para uma conversa, onde seja mostrada a identidade da empresa juntamente com os seus objetivos.

E a partir do diálogo, apresentar a eles a cultura da empresa, sua missão e visão, fazendo-os compreender os objetivos da organização.

Ouvindo-os poderá mudar algumas atitudes internas que permitirão uma maior integração entre todos fazendo com que abracem a marca para qual colaboram e que vendem.

Para finalizar, lembramos uma frase de Walter Landor, responsável pelo branding da Coca-Cola e da Levi’s: Produtos são feitos nas fábricas, mas marcas são construídas nas mentes.

Nós ousamos dizer que as marcas são perpetuadas nas lembranças das pessoas.

Construa seu produto ou sua marca na mente dos seus colaboradores para que eles possam construí-lo nas mentes de seus clientes, de tal forma que permaneça por todo o tempo na lembrança de cada um.

Gostou do nosso post? Que tal ler também liderança compartilhada.

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Veja também: