Feedback negativo para colaborador: como dar?

Feedback negativo para colaborador: como dar?

Dar um feedback negativo pode ser uma tarefa difícil, mas a preparação correta para esse momento pode torná-lo muito produtivo.

Estar atento à atuação de cada colaborador e realizar avaliações de desempenho individual permite identificar problemas no dia a dia da organização e tomar medidas para solucioná-los.

Assim, informar um membro da equipe a respeito de erros identificados em sua atuação proporciona mais clareza a respeito do seu papel na empresa, mas é importante tomar alguns cuidados para que esse momento delicado traga bons resultados.

Continue a leitura e confira nossas dicas de como dar um feedback negativo!

Como dar feedback negativo?

O feedback é um elemento essencial para toda organização, pois permite que cada colaborador compreenda os impactos de sua atuação e quais aspectos de seu trabalho devem ser aprimorados.

No entanto, é importante se preparar para essa tarefa e tomar alguns cuidados para que o resultado seja um funcionário motivado e com vontade de melhorar sua contribuição para o desempenho da organização como um todo.

Seja específico 

O primeiro passo para dar um feedback negativo com eficiência é identificar quais pontos da atuação do colaborador precisam ser aprimorados e quais atividades estão sendo impactadas atualmente.

Assim, ao conversar com o funcionário, é importante dar exemplos de situações que levaram a esse momento e explicar como o quadro pode ser solucionado.

Para isso, é possível utilizar dados da própria empresa, para demonstrar as consequências do seu desempenho, ou até retomar casos que ocorreram no dia a dia de trabalho, mostrando o que houve de errado e como isso pode ser aprimorado no futuro.

Não foque em pontos pessoais 

Embora seja extremamente necessário, um feedback negativo também consiste em um momento delicado para o funcionário, sendo importante tomar cuidado para que ele se sinta estimulado a melhorar.

Assim, é importante dar atenção à maneira como ocorre essa comunicação, evitando focar em características do indivíduo, que podem soar como uma ofensa ou como uma crítica pessoal.

Em vez de dizer que o colaborador é desatento, por exemplo, você pode optar por apontar que determinada atividade demanda grande atenção para que seja executada com eficiência.

Traga uma solução

Um erro comum ao realizar esse tipo de feedback é apontar os erros da pessoa a quem se dirige, mas não mencionar maneiras de solucionar os problemas evidenciados.

Por isso, lembre-se de dar sugestões de como melhorar sua atuação e evitar que os problemas identificados ocorram novamente.

Não compare com outros colaboradores

Comparar a atuação de um trabalhador à de outros colaboradores da empresa pode causar desânimo e gerar um clima ruim no ambiente de trabalho, o que pode comprometer o alinhamento estratégico da equipe.

Nesse sentido, é importante focar naquilo que está sendo debatido no momento da conversa, sem tratar do desempenho de outros membros da organização. 

Elogie!

Sentir-se motivado a realizar um bom trabalho é parte importante da produtividade de um trabalhador, pois esse fator faz com que sua busca por soluções ocorra de forma mais espontânea.

Por isso, encontre também alguns pontos na atuação do colaborador que podem ser um destaque positivo, mostrando que sua contribuição para a empresa também tem bons impactos.

Agora que você já sabe como dar um feedback negativo, continue por aqui e conheça os 7 princípios do cooperativismo!

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Veja também: