Gestão 3.0: por que aplicá-la na sua empresa?

Gestão 3.0: por que aplicá-la na sua empresa?

Por muitas décadas trabalhar se constituiu em uma obrigação.

Quase todas as pessoas simplesmente precisavam trabalhar para prover o seu sustento, como se fosse um ato de sobrevivência.

Gerações e gerações tiveram que cumprir seus expedientes de oito horas diárias fazendo algo que não gostavam e sem oportunidade para manifestação de qualquer espécie.

Obediência era o verbo, acompanhada de um velho chavão: manda quem pode, obedece quem tem juízo.

Mas, as décadas passaram, até o século mudou, novas gerações chegaram e com elas chegou a tecnologia, que se fez acompanhar da Internet, essa por sua vez trouxe e traz informação que gera pessoas com vontade própria e formadores de opiniões.

Trabalhar e gerenciar colaboradores formados a partir das novas gerações Y, X e Z, não é tarefa fácil, e para ajudá-lo nosso post vai falar da Gestão 3.0. Leia e saiba mais.

Do chefe ao líder

Por muito tempo existiu nas organizações a figura do chefe. Este era o que podia mandar e desmandar, do seu jeito, quando precisasse.

Mais tarde surgiu o papel de gerente, aquela figura que chegou nas empresas com o intuito de fazer a equipe produzir mais.

Mas, para que isso acontecesse quase que se instalava dentro do setor uma competição, porque se trabalhava a produtividade individual de cada membro do grupo e não na integração de todos.

Isso era muito estressante, porque trabalhar passou a se basear em cumprimento de metas individuais por vezes inalcançáveis e pouco importava a equipe, funcionava no sistema: cada um por si.

E num misto de sacrifício e competição acirrada o funcionário cumpria seu expediente com longas jornadas extras, o que muitas vezes lhe causava sérios problemas físicos e psicológicos, sem contar a desmotivação em exercer a atividade profissional.

Como dissemos, esse quadro ocorreu por muitas décadas no Brasil e no mundo todo, mas mudou de forma rápida e significativa com a chegada da Internet.

E nesse quadro, o chefe virou líder.

Mudanças de valores

A Internet promoveu a globalização e a chegada de uma nova era.

Pessoas do mundo inteiro se conectam o tempo todo e trocam informações a toda hora com muita facilidade.

Essa mudança fez com que funcionários quisessem ser colaboradores, dizendo adeus à competição e dando as mãos para juntos vencerem.

Excluíram a figura do chefe e abraçam o líder que anda lado a lado com eles.

Dessa forma empresas e gestores precisaram se adequar à nova era.

Hoje, as pessoas querem ser vistas e ouvidas dentro de uma empresa. Querem tratamento igual e querem acima de tudo respostas para as suas perguntas.

E dentro dessa realidade, surgiu a Gestão 3.0, também conhecida como Management 3.0.

O que é a Gestão 3.0?

Gestão 3.0 é um termo recente, mas o método é bem conhecido no mundo dos negócios e foi criado pelo holandês Jurgen Appelo no livro intitulado Management 3.0 – Agile Developers, Developing Agile Leader, que ainda não foi traduzido para o português.

A Gestão 3.0 tem como proposta gerar uma revolução na forma e no comportamento dos gestores e líderes dentro de uma empresa.

A Gestão 3.0 ou Management 3.0 se baseia em métodos ágeis que vão influenciar a forma como as equipes se organizam e realizam suas atividades.

O método inicialmente foi usado nas indústrias de TI, despertando o interesse por outras organizações, uma vez que o mesmo auxilia todas as lideranças a repensarem suas estruturas e métodos de trabalho.

São princípios da Gestão 3.0:

  • Energizar os integrantes da equipe mantendo-os ativos e motivados;
  • Conceder poder ao time para que ele consiga se autogerenciar;
  • Alinhar restrições e organizações, protegendo as pessoas e os recursos, criando metas claras e possíveis para todos;
  • Desenvolver competências capacitando as pessoas para as metas;
  • Crescer a estrutura empresarial;
  • Otimizar e promover uma melhoria contínua das pessoas, da estrutura, dos recursos e resultados.

Analisando os princípios da Gestão 3.0, podemos dizer ela é um convite para líderes e gestores repensarem seus comportamentos como lideranças.

A Gestão 3.0 convida para uma nova cultura empresarial, onde os colaboradores desejam ser vistos como pessoas e não como meros contratados para fazer alguma tarefa, sem poder de pensar, agir e escolher.

Liderar dentro dos princípios da Gestão 3.0 é ser um facilitador, empoderando os membros da equipe e dividindo a liderança.

Se você gostou do nosso post, leia também sobre nosso artigo sobre a liderança compartilhada!

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Veja também: