Os impactos tecnológicos nas profissões

Os impactos tecnológicos nas profissões

É impossível falarmos sobre a evolução das profissões e não fazer uma ligação com o avanço das tecnologias.

Ao mesmo tempo que certas profissões tem uma demanda menor, como relojoeiros e carteiros, outras profissões surgem.

Continue lendo nosso post para saber mais sobre os impactos tecnológicos nas profissões!

O início da mudança

Com os impactos tecnológicos nas profissões, a pouco o homem está perdendo lugar para as máquinas em certas funções, principalmente as manuais e repetitivas.

O Uber, por exemplo, já deixou claro seu novo plano, planejando comprar até 24 mil carros autônomos da Volvo.

E não é apenas o Uber que está investindo no uso de tecnologia! A Suíça está criando um sistema de uso de drones para a entrega de bolsas de sangue, amostras, medicamentos e até mesmo vacinas urgentes.

No Vale do Silício a entrega de comida já está sendo feita por meio de KiwiBots, pequenos robôs.

Mas isso tudo ainda parece estar longe da realidade do Brasil, não é mesmo?

É aí que você se engana! Há 4 anos uma padaria do interior de São Paulo começou a fazer suas entregas com ajuda de um drone.

Também não podemos deixar de citar a plataforma online Warren que utiliza inteligência artificial para simular um gestor de investimentos pessoais.

E em relação a saúde, o Brasil não está tão atrás assim!

A plataforma Dr. Cuco foi criada para criar lembretes de medicamentos. Até aí nada novo, né? A grande diferença está no aplicativo poder ser utilizado por médicos, colocando seu diagnóstico já em forma de lembretes.

Isso sem falar do iFood que é um aplicativo brasileiro e está começando a se expandir internacionalmente.

Claro que tudo isso é apenas o início da inserção da tecnologia na nossa rotina e muito mais está por vir, substituindo funções como motoboy, gestor de investimentos e muitas outras!

Que profissões correm perigo de extinção?

Essa é uma pergunta difícil de ser respondida, mas não impossível de entender com os impactos tecnológicos nas profissões.

Tentando buscar uma resposta correta, dois pesquisadores americanos da Universidade de Oxford analisaram 702 profissões e qual a possibilidade delas serem automatizadas um dia.

A pesquisa é bem complexa e envolveu várias áreas. Mas, basicamente, o que foi levado em conta foi se o emprego era na área de percepção e manipulação, de inteligência criativa ou de inteligência social.

Cada emprego foi avaliado dentro desses critérios e ganhou pontuação entre 0 e 100, onde 0 simboliza uma grande possibilidade dele ser substituído por máquinas e 100 simboliza a impossibilidade da automação.

Você pode olhar o resultado nas últimas páginas da pesquisa original, mas, infelizmente, a pesquisa chegou a conclusão de 47% das profissões atuais estão ameaçadas.

Mas não fique preocupado antes da hora! O processo de automatização irá levar muito tempo e em regra geral irá acontecer em trabalhos que não exigem inteligência social e habilidades para negociar.

Também não irão faltar trabalhos para pessoas especializadas em inteligência artificial e na montagem dos robôs.

Por isso, não comece a se preocupar, procure conhecimento na sua área, tente se atualizar com cursos e treinamentos, e busque outras opções de carreira dentro da sua área.

Não deixe de compartilhar esse post sobre os impactos tecnológicos nas profissões com seus amigos!

Esta gostando do conteúdo? Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp
Share on telegram

Veja também: